Universidade e atacada por Hackers e força 38.000 estudantes criar novas senhas

Aproximadamente 38.000 estudantes de uma universidade na Alemanha foram instruídos a se alinhar fisicamente para obter uma nova senha de e-mail depois que os servidores da universidade foram atacados por hackers.

A Universidade Justus Liebig (JLU) em Giessen, perto de Frankfurt, foi atingida por um ataque de malware no início deste mês, levando sua equipe de TI a desligar todos os seus sistemas de computadores, informou o ZDNet. Atualmente, o incidente está sendo investigado pelo Centro de Pesquisa em Segurança Cibernética da Alemanha, embora informações sobre a natureza específica do ataque de malware ainda não tenham sido divulgadas.

Temendo que o malware tenha atingido seu servidor de email, a equipe de TI decidiu redefinir as senhas de todas as contas de email tratadas pela universidade.

Mas a única maneira de os alunos obterem sua nova senha é fazendo uma fila no ginásio da universidade para coletá-la da equipe. As senhas estão sendo distribuídas em pedaços de papel.

Parece que o método de baixa tecnologia para redefinir senhas é uma lei alemã que impede que estabelecimentos de ensino forneçam essas informações eletronicamente.

Para garantir que a entrega das novas senhas seja realizada de maneira ordenada, a universidade criou um cronograma de coleta estipulando uma data e hora com base no mês de nascimento de um indivíduo. Espera-se que leve cinco dias para concluir o processo de entrega das senhas às milhares de pessoas afetadas.

One thought on “Universidade e atacada por Hackers e força 38.000 estudantes criar novas senhas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.